FRETE GRÁTIS NAS COMPRAS ACIMA DE R$300 PARA SÃO PAULO

R$53,00

3x de R$17,67 sem juros Ver mais detalhes
Entregas para o CEP: Alterar CEP

Eles passarão...
Eu passarinho! " - Mario Quintana  

Um dos modos de de refletir sobre a história das civilizações ancestrais é através da cerâmica, desde a bíblia, o início era o barro. Existe uma curiosidade acerca do manuseio e feitio da cerâmica em toda a América: o fato de ser esta uma atividade especialmente feita por mulheres, o contato direto com a terra, com a vó argila faz parte da história feminina de muitos povos originários aqui e ao redor do mundo. 

Cunha tem uma tradição antiga do barro, das mulheres e da cerâmica, muito antes da migração japonesa. Dona Dita  foi uma das últimas paneleiras da cidade herdeira da tradição trazida pelos índios, aprendeu o ofício com sua avó. 

Seguindo essa tradição local e meu amor a tudo que é sensorial, vivo e transformador além dos potes de cerâmicas para velas nasceram os aromatizadores pessoais “eu, passarinho”. 
Feitos a mão por Bruna e sua mãe Eugênia, mulheres da Vargem do Tanque que fazem esse resgate rústico da tradição da cidade, os aromatizadores são pequena obras de arte que acalmam e cuidam.

O colar aromático é ideal para colocar óleos essenciais levando o benefício da aromaterapia a todos os lugares.
Quando inalamos os óleos essenciais as moléculas passam pelos pulmões, caem na corrente sanguínea, chegam diretamente ao nosso sistema límbico, o centro de nossas emoções e atuam fortemente no nosso campo áurico, subindo a vibração e criando uma cápsula de proteção. 
Você pode escolher óleos para relaxamento, foco, dores no corpo, ansiedade, rinite e outros problemas respiratórios além de aumentar a imunidade. 

Cada colar foi produzido manualmente por mulheres da comunidade da Vargem do Tanque na zona rural de Cunha. 
Barro, cuidado, flores e aromas são os ventos soprados por cada passarinho.